Estilo

Seja Estilo
Tecnologia e Design

O que esperar das cidades com a chegada dos carros autônomos

Estudo afirmou que o trânsito nos centros urbanos vai piorar quando a novidade chegar para valer

(Imagem)

O cenário ainda é futurístico, mas os carros autônomos já estão chegando. Nos EUA, a principal expoente deste mercado é a Tesla com seus veículos preparados para o trânsito local. Os relatos de acidentes são raros e tecnologia embarcadas nos veículos Tesla já permite que muitos motoristas rodem pelas estradas sem necessidade de mexer no volante ou trocar marchas.

A Tesla ainda quer ir mais longe: em breve, pretende rechear as rodovias com caminhões autônomos, sem qualquer tipo de motoristas, apenas para carregar cargas por aí — se você assistiu ao filme Logan, de 2017, deve se lembrar de uma cena que demonstra esse cenário.

Outras empresas também testam e desenvolvem seus próprios softwares para carros autônomos, como a Uber, a Google, a Volkswagen e a Mercedes-Benz. Tudo isso diz o óbvio: teremos sim carros autônomos, mas isso ainda vai demorar — e boa parte dessa culpa nem está nas empresas, mas sim nas cidades.

Um estudo da Boston Consulting Group afirmou que o trânsito vai piorar nos centros urbanos com a chegada dos carros autônomos. Entre os dados, o tempo gasto para viagens dentro de cidades vai crescer 5,5%. O único lugar favorável, segundo o estudo, será a periferia, com queda de 12,1%.

Isso deverá acontecer porque as pessoas trocarão o sistema de transporte público pelo veículo autônomo para deslocamentos curtos. Então, o que esperar das cidades para favorecer os carros que dirigem sozinhos e não piorar a vida do motorista?

O primeiro ponto toca no sistema de transporte público. Uma rede com maior eficiência e focada em distâncias curtas é primordial. Linhas preparadas para percorrer poucos quilômetros devem evitar que o carro seja a primeira escolha.

Governos também deverão desenvolver programas de compartilhamento de veículos. Atualmente, isso é visto por meio da iniciativa privada: já temos diversos aplicativos no mercado para você agendar uma viagem ou percurso com outro motorista.

As previsões indicam que o mercado automotivo deverá se abrir aos carros autônomos de maneira mais eficiente e completa em 2020. Até lá, as cidades deverão oferecer uma conexão forte e uma cobertura ampla para rede de dados móveis 3G/4G, facilitando a comunicação dos carros. Além disso, as faixas pintadas no asfalto são essenciais para os sensores automotivos: cidades que não tenham suas ruas bem cuidadas serão um problema.

Dica BB: Em breve teremos vários carros autônomos circulando nas ruas brasileiras. Enquanto as cidades não se adaptam para essa tecnologia, você pode começar a se organizar para adquirir um. Comigo você terá várias opções de investimentos, além de ter uma assessoria especializada para te orientar no melhor caminho a seguir. Tudo simples e digital, com a solução na palma da sua mão.

CONFIRA(Imagem)

Você também pode
se interessar por

Como a realidade aumentada influencia os lançamentos de tecnologia
Tecnologia e Design
Como a realidade aumentada influencia os...

Smartphones já contam com ferramentas e hardwares potentes...

CONFIRA